terça-feira, 26 de abril de 2011

Passeio Pedonal Pocinho - Estação do Côa (Pela Reabertura da Linha Pocinho-Barca D'Alva)

No dia 23 de Abril de 2011, realizou-se um Passeio Pedonal pela Linha do Douro, entre o Pocinho e a Estação do Côa, organizado pela "Associação dos Amigos do Concelho de Vila Nova de Foz Côa", também designada por "Foz Côa Friends". Este passeio teve como principal objectivo a reabertura da Linha entre o Pocinho e Barca D'Alva, desactivada a 18 de Outubro de 1988.
A concentração dos participantes teve lugar em Foz Côa, na Praça do Município, onde foram dadas as primeiras informações do passeio por parte de um dos organizadores, e feita a distribuição de t-shirts a todos os participantes, as quais tinham estampada uma placa dos caminhos de ferro, com a inscrição: "REABERTURA DA LINHA POCINHO - BARCA D'ALVA OBRIGATÓRIO TRÂNSITOPELA LINHA". Eram 8:00 horas, quando partiram os autocarros, cedidos pela Câmara Municipal de Foz Côa, em direcção ao Cais do Pocinho, junto à linha onde se iria dar início ao passeio. Aí foram dadas novamente algumas informações e recomendações, e distribuídos panfletos, com os objectivos do passeio. Deu-se então início ao passeio, em que , participaram cerca de 200 pessoas. À frente seguia um elemento da organização, outro, no meio, e no fim, um outro, para assim ser garantida a segurança dos participantes e ter-se a certeza de que ninguém ficaria para trás, além de haver comunicação entre eles através de walkie talkie. Durante todo o passeio, houve apoio por parte de uma embarcação dos bombeiros e de uma outra da organização ao longo do rio Douro, vigiando sempre os participantes, não fosse necessário dar assistência em qualquer situação.
Logo que começou o passeio, rapidamente se constatou o estado em que a linha se encontra: completamente abandonada, cheia de ervas, silvas e arbustos, entre as travessas e os carris, tornando-se, em certos locais, complicado caminhar por ela, tendo-se, mesmo numa parte do percurso, feito um pequeno desvio por uma vinha, até voltar a apanhar a linha, onde teve lugar uma pequena pausa.
Retomou-se a caminhada até ao Vale de Vermelhosa. Alguns participantes continuaram o passeio, enquanto outros, com mais "coragem", talvez menos cansados e mais curiosos, subiram uma longa encosta, a fim de verem algumas gravuras numa rocha (Núcleo Neolítico da Vermelhosa). Aí foram fornecidas algumas informações e explicações por parte de José Constanço acerca das gravuras ali representadas.
Voltou-se a descer até à linha, seguindo em direcção à Estação do Côa, onde já se encontravam alguns dos participantes. Às 11:30 já todos estavam juntos na Estação.
Pelas 11:50 horas chegou o grupo de “Pantomineiros”, tocando e cantando: "E O POVO, PÁ? QUER O COMBOIO NESTA LINHA DE NOVO, PÁ!", em forma de protesto e reivindicando a reabertura da linha, ao mesmo tempo que empunhava alguns cartazes com os mesmos dizeres da canção.
Aguardou-se depois a chegada de um barco com alguns elementos da Câmara Municipal de Foz Côa, bem como da comunicação Social. Aquando da passagem do grupo pelo local da Estação, todos os participantes se viraram para o rio, fazendo um cordão humano e gritando pela reabertura da linha, ao mesmo tempo que outros seguravam um cartaz com a seguinte inscrição: "REABERTURA DA LINHA POCINHO - BARCA D' ALVA OBRIGATÓRIO TRÂNSITO PELA LINHA", a mesma inscrição que constava nas t-shirts. Seguiu-se um almoço volante, junto à estação.


Às 14:00 horas, deu-se início a intervenções por parte de alguns elementos da Organização/Associação dos Amigos de Foz Côa: José Ribeiro e José Lebreiro, bem como do Presidente da Junta de Freguesia de Foz Côa e do Presidente dos Bombeiros de Foz Côa, tendo sido apresentados os objectivos do Passeio:

1 - Reactivação do troço da linha do Douro, Pocinho - Barca D'Alva,
a) como via de interligação entre 4 patrimónios da Humanidade;
b) como meio de promoção do desenvolvimento regional, através da ligação Douro Litoral/ Douro Vinhateiro/ Castilha León;
2 - Reivindicação do cumprimento do protocolo de reactivação do troço da Linha do Douro Pocinho-Barca D'Alva, assinado em Setembro de 2009 no Pocinho;
3- Fortalecimento das relações entre amigos do Concelho de Vila Nova de Foz Côa residentes e não residentes no concelho.
Tendo sido apresentados os argumentos que sustentam a moção sobre a reactivação da linha, foi esta aprovada por unanimidade e assinada pelos presentes.
Às 15:00 horas, depois das intervenções, deu-se início à caminhada até à ponte do Côa; viagem de autacarro até ao Museu do Côa, inaugurado em Julho de 2010; visita guiada pelas diversas salas, onde estão expostos alguns materiais e réplicas de gravuras encontradas na região do Côa.
Depois da visita ao museu, regressou-se em autocarro à Praça do Município, onde os participantes se despediram.
Todos os que organizaram, apoiaram e participaram no passeio estão de parabéns, por se ter levado a cabo esta iniciativa.
Em breve estará disponível um vídeo com alguns momentos do passeio ao longo da linha, das intervenções de alguns elementos da organização e outros, bem como da visita ao Museu do Côa:

  

7 comentários:

Lelo Brito disse...

Mais uma boa reportagem do Jorge.No lugar certo no momento certo.Um dia, quando a linha reabrir vamos recordar estes momentos de luta e agradecer a todos que participaram neste passeio.E ao Jorge que fez o registo.

Luís Branquinho Pinto disse...

Jorge, gostaria de agradecer a tua presença no passeio e a solidariedade demonstrada para com a nossa causa.
Agradeço também por colocares o teu talento e dedicação ao serviço desta causa que é de todos nós.
Um forte abraço.
Luís Manuel Branquinho Pinto

João Pala disse...

Este trabalho magnífico do Jorge é um contributo valioso e valoroso no caminho que temos que percorrer sempre com Alegria, irmanados num grande espírito de cooperação e sem qualquer tipo de fadiga, até que consigamos todos os nossos objectivos. O companheirismo e a solidariedade do Jorge Delfim “acaloraram” cada passo desta nossa caminhada.
Em nome de todos, o nosso bem-haja.
Um forte abraço
João Pala

JORGE DELFIM disse...

Obrigado a todos, pelos elogios.
Foi um prazer para mim e para a Salete, termos estado presentes nesta luta pela reabertura da linha entre o Pocinho e Barca D'Alva. Se voltar haver outra lá estaremos novamente a lutar por esta causa, que nos diz respeito a todos nós.
Força Camaradas de Luta, vamos continuar a lutar até à reabertura da linha.
Um Grande Abraço deste companheiro de luta!

Jorge Delfim

João Pala disse...

Aqui está um bom exemplo de uma parceria activa e saudável. É este o caminho…

José Brites disse...

Maravilhosas imagens!Um País que não sabe preservar o seu património,está a perder o seu futuro.É urgente a reabertura,a reconstrução da Linha.Abraço

Mauricio disse...

Apetece-me agradecer ao Jorge e à Salete a participação, carinho, dedicação,competência,mas,sem retirar nada,eles já são parte da solução, agora e sempre. Eles são nossos, nós somos deles. A Família cresceu e cresce diariamente. Bem hajam.
José Maurício Lebreiro